Recomendações aos agentes da Pastoral da Saúde

A Pastoral da Saúde é a ação evangelizadora de todo o povo de Deus, comprometido em promover, preservar, defender, cuidar e celebrar a vida, tornando presente no mundo de hoje a ação libertadora de Cristo na área da saúde. Tem como objetivo evangelizar com renovado ardor missionário o mundo da saúde, à luz da opção preferencial pelos pobres e enfermos, participando da construção de uma sociedade justa e solidária a serviço da vida. É importante a integração da Igreja e da sociedade para que o povo tenha mais saúde por meio do exercício da cidadania, e nessa tarefa o agente de pastoral da saúde tem um papel importante.

Pensando nisso, o assessor diocesano da Pastoral da Saúde, pe. Vanderlei Ribeiro, com a coordenadora diocesana da Pastoral, Maria, de Fátima R. Siqueira, em comunhão com Dom Pedro Carlos Cipollini, bispo diocesano, deixam algumas recomendações para os agentes, nestes tempos de contaminação:
“Ficam suspensas as visitas regulares aos doentes por tempo indeterminado, devido à maioria dos agentes da pastoral serem da faixa etária mais vulnerável ao vírus, pois estão acima dos sessenta anos.” afirmam os coordenadores.

Leia a nota completa aqui