Papa Francisco se encontra com o Patriarca Kirill

Nesta sexta-feira dia 12 de fevereiro o Papa Francisco e o Patriarca de Moscovo, Kirill, encontram-se em Cuba numa escala que o Santo Padre fará naquele país antes de visitar o México nos próximos cinco dias. O Patriarca de Moscovo está naquele país em visita oficial.

Segundo o Cardeal Kurt Koch, Presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos este é um passo corajoso que trará bons frutos. O Cardeal Koch falou à reportagem da RV ao nosso colega Mário Galgano. Eis um excerto dessas declarações:
“Seguramente irá forjar as relações dentro da ortodoxia. Até agora, com muitos dos Patriarcas Ortodoxos, não temos contatos – entre o Papa e estes Patriarcas – e este encontro poderá contribuir também para aprofundar as relações intra-ortodoxas, precisamente em vista do Concílio Pan-Ortodoxo que se realizará em junho, em Creta. Neste ponto, seguramente trará bons frutos para o diálogo teológico, que nós conduzimos não somente como Igrejas particulares, mas com o conjunto da ortodoxia; e no momento em que houver relações melhores, uma melhor compreensão mútua entre Roma e Moscovo, isto seguramente poderá ter reflexos positivos no diálogo teológico.”

“Acredito que o Patriarca russo-ortodoxo esteja profundamente consciente desta atmosfera, destas reações, e esta é a mais forte confirmação da vontade de realizar este encontro. Neste sentido, gostaria de dizer que este gesto do Patriarca é seguramente um passo corajoso” – disse o Cardeal Kurt Koch.

De registar que nesta entrevista o Presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos afirmou que o Papa Francisco no voo de regresso da visita à Turquia disse claramente ter o desejo de encontrar o Patriarca Ortodoxo Kirill: “ele pode decidir onde e como e eu vou” – declarou o Santo Padre na ocasião.

O Papa Francisco encontra o Patriarca Kirill no aeroporto internacional José Martí em Havana, cidade capital de Cuba.

Fonte: Rádio Vaticano